terça-feira, 19 de junho de 2007

PRECIOSO PRESENTE

Era uma vez um rei muito rico e muito generoso. Ele resolveu dar a um súdito seu, a exata quantia de R$ 84,600,00 por dia, com a única condição de que a soma precisava ser totalmente gasta, a cada dia. As sobras não poderiam ser guardadas para o dia seguinte. O saldo credor, no final do dia, seria recolhido. Mais: a doação continuaria por tempo indeterminado, mas num belo dia, sem aviso prévio, terminaria.
Explicação:
É exatamente desta maneira que Deus age conosco. A cada dia ele nos concede 84.600 segundos. Trata-se de um dom precioso que dinheiro algum pode comprar. A ordem é a mesma: a cada dia precisamos gastar inteligentemente toda a quantia. Um dia, sem aviso prévio, terminará a graciosa doação do tempo.
O tempo é um precioso presente que Deus nos dá. Não podemos levá-lo para a eternidade, mas com ele podemos preparar nossa eternidade. Precisamos usá-lo com critério porque não sabemos quanto tempo ainda teremos. E não podemos nunca contar, como no futebol, com uma eventual prorrogação. Viver o momento presente, como se fosse o único, é a suprema sabedoria. O segundo é tão rápido, mas com ele formamos as horas, os dias, os anos, os séculos. Com ele podemos até comprar a eternidade.
Para refletir:
1-Como você usa o tempo que Deus lhe dá?
2-Quantos minutos você ocupa por dia para a leitura da Palavra de Deus, para estudar, para visitar doentes, para ver televisão?
3-Você agradece a Deus o presente do tempo?

Nenhum comentário:

NOTÍCIAS DA IGREJA