terça-feira, 25 de dezembro de 2007

PERDOAR É DECLARAR INOCENTE


Uma das melhores técnicas para conseguir perdoar é recordar o mais detalhadamente possível o fato que causou a mágoa que carregamos. Se possível, recordar a cena e trazer Jesus ali presente e pedir sua ajuda. Porque ele disse: “Sem mim nada podeis fazer” . Então, revendo aquela cena, tendo presente a pessoa que nos agrediu, realizar o perdão. Quem nos agrediu pode ter sido nosso pai, mãe, irmão, alguém que abusou sexualmente, foi injusto, violento...

Para perdoar, devemos rever a cena da ofensa e fazer o que Jesus fez: olhando para aqueles que o feriram, agrediram, maltrataram, injuriaram e pregaram na cruz, Ele disse: “Pai! Não leves em conta o que eles fizeram” . Jesus reviu tudo o que seus inimigos lhe fizeram e, diante do Pai, disse: “Pai! Eu os declaro inocentes”.

Aqui está a chave do perdão: declarar inocente quem nos agrediu, magoou e feriu. Quando alguém está na prisão e se descobre que é inocente, imediatamente é posto em liberdade. Quando declaramos inocente quem nos magoou e feriu, estamos colocando-o em liberdade. Abrimos assim a cela da prisão de nosso coração e soltamos o preso. Ele não precisa mais ser carregado, alimentado e tratado dentro de nós. Vai parar de produzir lixo (doenças) dentro de nós, porque foi embora.

Nenhum comentário:

NOTÍCIAS DA IGREJA