sábado, 23 de fevereiro de 2008

FORMAÇÃO PARA A MISSÃO

A missão é tudo aquilo que o Espírito Santo opera neste mundo e tem como características principais manifestar o Pai e o Filho e concentrar a luz sobre Jesus Cristo Salvador. O Espírito Santo move a Igreja à missão, lhe indica o caminho a seguir, sustenta-a com seus dons e carismas, torna-a capaz de comunicar-se com o mundo, fazendo-se de intermediário invisível.

O termo missão aqui, tem o sentido de evangelização. A situação do mundo atual, torna evidente a necessidade e a urgência de uma nova evangelização. Como evangelizar?

Antes de tudo, é preciso tirar a idéia de que o mundo esta insensível à fé e a Jesus Cristo. É preciso perceber a ação do Espírito Santo, Ele esta agindo, hoje, no mundo. Nós devemos aprender a acolher o modo de agir do Espírito Santo, para colaborar com a sua Missão.

E o mundo que o Espírito Santo esta agindo no mundo hoje é suscitar batizados para que sejam testemunhas e profetas. Levar a Boa Nova aos homens através do testemunho de vida. O homem contemporâneo escuta com mais benevolência as testemunhas que os mestres, não lhe interessa muitas as ideologias, e se escuta um mestre é por causa do seu testemunho. Então, condição essencial para um evangelizador eficaz, que é capaz de transformar os homens é o testemunho da vida.

Ser testemunhas com a vida significa:
a) Viver como quem encontrou verdadeiramente o Invisível e conheceu o seu poder de transformação sobre o homem;
b) Ter encontrado na continuidade da própria vida o Cristo Vivente e libertador;
c) Ter descoberto que Deus tem um plano de salvação e o atua na história, isto é, na vida concreta de todos os dias;
d) Crer no amor de Deus, sendo pouco a pouco purificados pela idéia radicada no profundo do coração de um Deus imaginário opressor e autoritário.
e) Ser capaz de ver de maneira sempre mais clara o Plano do Pai em cada situação da própria vida. Tal plano está voltado não apenas para salvar o homem do pecado, mas também a conduzi-lo a um nível de vida que o realizará plenamente, enquanto o torna capaz de partilhar a vida divina e assumir a natureza de Deus.

O modo com que Deus utiliza o seu plano, vai além das nossas compreensões humanas. Segue muitas vezes etapas que ficam obscuras. Uma coisa é certa: a salvação plena do homem e do mundo se realiza em Cristo, pois, somente através de Cristo o homem se torna filho de Deus. “E, se filhos, também herdeiros, herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo, contanto que soframos com ele, para que também com ele sejamos glorificados”(Rm 8,17).

Assim acontece também com as realidades do mundo: elas não são destinadas a permanecer no mal, mas esperam o resgate que consiste no ser inseridas novamente na ordem querida por Deus, desde o início da criação. Tal resgate já foi obtido por Cristo, mas deve ser realizado na História dos cristãos, mediante a força que recebem do Espírito Santo.

Ser testemunhas de Cristo no mundo de hoje, portanto, significa estar no mundo: sem medo de ser criticados, sem considerá-lo um processo incensurável, pois que ele deve ser submetido a Cristo, não com posicionamento neutro, orientado no sentido de dar várias atividades humanas, para que o mundo mude, segundo o plano de Deus.

Nenhum comentário:

NOTÍCIAS DA IGREJA