sexta-feira, 4 de abril de 2008

Texto: Fl 2,13

A resposta ao Evangelho é a fé. A fé cristã tem seus fundamentos numa fé natural. Para viver, qualquer pessoa tem de basear-se num ato de fé: confiança na vida, crer que a vida tem significado e valor, confiança no futuro. Para qualquer empreeendimento, para fundar uma família, para criar uma empresa, para iniciar uma obra, precisa-se de fé. Sem fé não se pode viver.

Ninguém se compromete nem sacrifica sua vida por tarefa alguma quando não tem fé. A fé consiste em confiar em Jesus Cristo. Para crer nas palabras e nas promessas de Jesus é preciso confiar nele, entregar-se a ele sem se deixar intimidar pelas dúvidas, nem impressionar pelas aparências de fraquezas e de fracasso.

A fé em Jesus Cristo é obra do Espírito. É o Espírito que nos dá a capacidade para vencer as aparências. A fé ilumina a mente, mostra a existência do caminho do reino de Deus, esclarece a vida atual à luz desse reino de Deus em marcha. A fé da coragem, ânimo e perseverança na luta pela libertação em meio às dúvidas, negações, desiluções, contradiçôes. A fé cria a liberdade da pessoa e a liberdade dos laços e da escravidão do pecado, tornando-a apta adedicar tempo, energia e personalidade ao serviço do reino de Deus. A fé é a fonte permanente de força. Quem tem fé já está no caminho da libertação, já está radicalmente salvo.

A fé é confiança em algo que não se vê. Não se vê que Deus está vencendo o mau, criando um mundo novo, construindo seu reino e promovendo a libertação dos homens. Tudo isso não é visível sem os olhos da fé. A fé é a entrega confiante à marcha do reino de Deus, para colaborar com ela, dando-lhe toda a sua vida. A fé é um risco de toda a vida, risco que não é previamente conhecido.
Textos: Mt 8,10; 9,22; 15,28; Lc 7,50; 8,48; At 3,16; 8,37; Hb 11-12,1

O fundamento da fé é a Palavra de Jesus. O crente crê e confia por causa da Palavra de Jesus. O único argumento é que Ele o disse. Daí a importancia de se saber bem o que Jesus disse.
Textos: Jo 9,35-38; 11,25-27; 12,44-45; 14,1.8-12; 16,29-31; 20,29.31

A fé é a porta da vida, o começo de tudo, o primeiro passo para a libertação e para o reino de Deus. Não é o esforço humano que consegue a entrada no reino, mas a força de Deus. Esta força vem como um dom da fé e através da fé. Deus liberta a pessoa, enviando-lhe o Espírito que cria a fé e a alimenta.
Textos: Mc 16,16; Jo 1,12; 3,16.18; Rm 1,17; 4,3; 3,22.27; Gl 2,16; 3,2.11.26

A fé abre as portas à liberdade. Pela fé perdemos o medo e, também, a dependência de pessoas e de coisas. A pessoa pode superar os limites e assumir riscos que não assumiria se não tivesse fé. Com a fé a pessoa fica livre de barreiras, e livre para agir segundo a inspiração do Espírito.
Textos: Jo 8,30-37; Rm 4,13-25; 5,1-5; 6,5-7

A verdadeira fé não se deixa intimidar pela perseguição. Ela dá testemunho da verdade em meio à hostilidade do mundo. A fé permanece fiel em meio à perseguição. A fé que se envergonha de Jesus Cristo por temor ainda não é a fé verdadeira.
Textos: Mt 26,69-75; 10,16-25.32-33; Jo 6,66-70; 14,27; 15,18-21; 16,33

A fé atinge sua forma perfeita no testemunho dado na cruz. O martírio é o ato completo da fé, pois nele se manifesta a confiança total em Jesus apesar do sofrimento e da morte.
Textos: Hb 12,1-3; At 7,54-60; Fl 1,20-24; 3,10

A fé é um olhar que reconhece a presença ativa de Jesus na Comunidade cristã. Jesus está presente e agindo no batismo e na eucaristia, na palavra dos apóstolos, nos pequenos, nos pobres, na própria comunidade. A fé consegue ver o que os olhos da carne não vêem.
Textos: Jo 6,47-51; 20,22-23; Lc 24,20-32; Mt 10,40-42; 18,18-19; 25,31-46

O Espírito é quem infunde a fé. O Espírito Santo cria, mantém-na, defende-a nas tentações e perseguiçoes. Espírito abre os olhos e os ouvidos para que possamos reconhecer a voz e a presença de Jesus.
Textos: Mt 11,25; 10,19-20; Jo 3,5-8; Rm 8,2-3.9-11.14.26-27

Nenhum comentário:

NOTÍCIAS DA IGREJA