sábado, 12 de abril de 2008

LEVANTA JERUSALÉM - 1ª PARTE

"Desperta, desperta, põe teus adornos, Sião, veste teus trajes de gala, Jerusalém, cidade santa! Porque não mais verás penetrar em tua casa nem incircuncisos nem impuros. Sacode a poeira que te cobre, levanta Jerusalém e reina, desvencilha-te das cadeias que te prendem o pescoço, filha cativa de Sião" (Is 52,1-2).



Que horas são no relógio de Deus? O que o Espírito está falando à Igreja? Parace claro que estamos vivendo tempos de reunir forças e de sacudir a poeira que cobre nossa vida! Porque o dia do Senhor está cada vez mais próximo e seus anjos já estão tocando suas estridentes trombetas, e ajuntando os escolhidos de Deus, duma extremidade a outra da terra (cf. Mt 24,31-33). Esta separação de homens e mulheres está relacionada com a última e gigantesca colheita, que já começou!


É hora de acertar o seu relógio, homem/mulher de Deus! Olha os comapos e vê quantas crianças, jovens, e velhos maduros para o Reino de Deus. Será que você não se sente chamado a libertar esta geração das garras malignas? Observe quanta gente se consagrando, quantos operários da última hora, convocados para este trabalho de urgência máxima. As portas do céu estão se abrindo para receber os filhos de Deus na doce existência da eternidade. Precisamos estar atentos para que não nos deixemos distrair por coisas que não têm valor eterno. Não despreenda esforços supérfluos. Nesta batalha que travamos, nossa disposição deve ser a de dosar as nossas forças, e só gastarmos nossas energias naquilo que é realmente alvo de Deus: a edificação do Reino.


Acorda depressa, e observa os sinais dos tempos. Chegou a hora do Senhor abalar todas as seguranças e poderes deste mundo. A Igreja será provada pelas tribulações e purificada como o ouro no fogo (cf. Tt 2,12; 1Pd 4,17). Esta nova geração de adoradores se levantará para glória de Deus Pai e reinará com Cristo, regendo a história deste povo; destronando os poderosos, derrubando os obstáculos, e plantado bênçãos como ministros da graça de Deus. Este mundo vai saber que Jesus Cristo é o Senhor; que ele tem um povo especial, que vive de glória em glória; e que com o Deus vivo e verdadeiro não se brinca!


O Senhor está tocando as trombetas em Sião: desperta, acorda desta letargia espiritual! Eu não te criei para viverdes prisioneiro e escravo do maligno! (cf. Ef 5,14). O Senhor esta dizendo mais: Sacode a poeira, desvencilha-te das cadeias! Isto é seríssimo! Existem "cristãos" envolvidos com ocultismo; usando cristais para dar sorte, fazendo negócios ilícitos, sonegando impostos, contando piadas obscenas, lendo revistas pornográficas, mas, dentro da Igreja, conservam uma intocável aparência de superespiritualidade. Um povo cuja palavra não converte, e as obras não geram frutos de vida; sua oração é fogo estranho diante do trono de Deus; que fala de santidade, mas não a vive; escuta a palavra, mas nada retém; busca a face de Deus em pecado, e rejeitando as correções, diz que Deus disse o que não disse; que passa horas diante da televisãom, mas, como Éutico (cf. At 20,9), dormem quando a palavra é pregada. É para esta gente de coração e comportamento duplo, que Santo Agostinho dirigiu estas palavras: "Muitos consideram-se cristãos, mas certamente não o são. Eles não são o que o nome indica nem na vida que levam, nem na moral que os conduz. Não em sua fé, não em sua esperança e não em sua caridade".


"Levanta-te, resplandece, pois já vem a tua luz, e a glória do Senhor vai nascer sobre ti" (Is 60,1). Acorda depressa, Sião, pois esta geração precisa de uma Igreja viva, intrépida, dinâmica, santa, "para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus" (Mt 5,16). Deus está fazendo um chamado por toda a terra para que não durmamos enquanto o demônio investe pesadamente na missificação de conceitos, ideologias, e valores malignos a fim de cauterizar o homem deste século a tudo o que vem de Deus. Ele tem atacado duramente a Igreja e os seus servos. Por isto é hora dela se revestir da armadura de Deus, seu verdadeiro traje de gala, para defendero que é por direito de Deus, e dela por herança. Mas também não podemos nos esquecer dos "adornos" da santidade de vida, da pureza de coração, da fé fervorosa, do amor fraterno, da palavra de encorajamento, e tantas outras virtudes que precisamos ter para atrair o homem machucado desta época em que vivemos. Pois o verdadeiro despertamento tem sempre dois sentidos: a nossa vida e a dos irmãos.

Nenhum comentário:

NOTÍCIAS DA IGREJA