quarta-feira, 9 de julho de 2008

POR CAUSA DA DESCRENÇA DE VOCÊS

Textos base: Mt 17,14-21; Mc 16,15-18


Quando o Senhor Jesus enviou os seus apóstolos às diferentes regiões da Palestina, dotou-os de duplo poder: "expulsar toda espécie" de espíritos imundos e "curarem todas as doenças e todas as enfermidades" (cf.Mt 10,1). E Ele fez o mesmo para os 70 discípulos, os quais voltaram para Ele alegremente, dizendo: "Senhor, mesmo os demônios se nos submetem por meio do Teu nome!" (cf. Lc 10,17). No dia da transfiguração, enquanto o Senhor ainda estava sobre o Tabor, um pai levou o filho possuido por um demônio aos seus discípulos, suplicando-lhes expulsarem o espírito mau, porém eles não conseguiram fazê-lo. Depois de Jesus tem curado o menino, os discípulos lhe perguntaram por que eles haviam sido incapazes de fazer tal expulsão, quando de outras vezes o fizeram. E o Senhor respondeu: "Por causa da incredulidade de vocês" (cf. Mt 17,20). Porquanto, da parte de Deus, sua vontade é afastar de nós toda doença, é não deixar caír sobre nós nenhuma disposição maligna (cf. Dt 7,15; Mt 17,1-21).


Atualmente a oração pelas curas está voltando entre os membros da RCC, e a falta deste costume era a descrença, que impede que o poderoso Espírito de Deus possa agir fortemente entre nós! Se vivermos verdadeiramente renovados a cada dia, com o Dom da Fé que nos é dada (cf. 1Cor 12,3.9), teremos as manifestações do poder do Senhor, como nos primeiros tempos do cristianismo. E isto porque as promessas que Jesus fez aos apóstolos, ao lhes dar instruções ministeriais, são aplicáveis a todos os tempos (cf. Mc 16,15-18). E Paulo colocou o Dom de curas entre as demais evidências do poder do Espírito Santo entre os cristãos. Tiago dá-nos mandamento bem objetivo neste assunto (cf. Tg 5,14-16).


Se pensarmos no poder do paganismo reinante em nossa época, e que nos atinge diretamente dentro de nossas casas, é impossível admitir que tivesse havido mais necessidade de milagres de curas para os pagãos de Êfeso (cf. At 19,11-12) do que atualmente. Temos atualmente necessidade tremenda das manifestações do poder do Senhor Jesus a fim de sustentar o testemunho das pessoas renovadas pelo Espírito Santo e provar que Deus realmente vive conosco! Por isto é necessário o ministério das curas.


A Bíblia, repetidamente, nos previne contra a descrença, que para o Senhor é o mesmo que infidelidade-rebeldia. É sempre a incredulidade que impede as poderosas explosões do dinamismo divino em nosso favor. Nosso amoroso Pai celestial não voltou atrás suas promessas, e Jesus é ainda aquEle que cura tanto a alma quanto o corpo! A salvação pelo sangue de Jesus nos oferece hoje curas e santidade. Quanto mais confiamos no poder do Senhor Ressuscitado tanto mais experimentaremos tranquilamente o exercício do ministério das curas prometidas em 1Cor 12,9. Grupo de Oração sem ministério de curas está extinguindo o Espírito.


Quando procuramos viver no nível da felicidade e alegria de nosso Deus vivo, o Espírito Santo pode a qualquer momento mostrar-nos alguma manifestação do seu poder infinito e curador, principalmente nas curas pela oração. Se permitirmos a Jesus viver e agir em nós, o correrão milagres em nosso meio e se multiplicarão as curas pela oração da fé em Cristo Onipotente.


Recomendo aplicar este estudo na sua vida diária, deixando-se renovar por Deus e frequentando as reuniões de Oração da RCC.

Um comentário:

zana souza disse...

amei este blog!! Nós católicos e principalmente jovens precisamos realmente de boas fontes de formação humana e espiritual. Tenho certeza de que aqui muitos de nós encantraremos aquilo que procuramos.

NOTÍCIAS DA IGREJA