sábado, 28 de fevereiro de 2009

CAMPANHA DA FRATERNIDADE - 2009

A “Campanha da Fraternidade” esse ano, traz uma discussão muito forte e, que afeta a todos nós: “Segurança Pública”.

Vemos como a violência tem aumentado em nosso país e, como os poderes públicos tem combatido com mais violência.

Muitas das vezes nem mesmo em casa, as crianças estão longe da violência. Quantos pais agridem os filhos, batendo-os como se fossem animais – nem um animal merece tanta perversidade – afetando assim um amadurecimento afetivo e metal, e porque também não dizer espiritual.

Como pregador, orientador e formador de jovens, tenho percebido o quanto é importante uma estrutura equilibrada e cheia de amor dentro de uma família. Um lar que é construído de amor, ajuda na formação madura das crianças/adolescentes. Quantas carências afetivas, como são mutilados a capacidade de amar das crianças/adolescentes.

É dever do Estado cuidar da segurança de todos. Mas, não somente o Estado, todos nós temos esse dever, e se inicia dentro das nossas casas.

Aqui sempre estarei falando desse nosso dever em relação a segurança, seja como pais, educadores, filhos. Todos nós devemos lutar para inserir em nossa sociedade, uma “Civilização do Amor".

Marcos Ágape.

Um comentário:

Luis Rocha disse...

Acredito que uma família unida no amor de Cristo é terreno fértil para a paz tão sonhada por todos nós. Porém, acredito que estamos nos tornando cada vez mais individualistas... Não basta, apenas, que a nossa casa viva neste amor, é preciso transmiti-lo aos que estão ao nosso redor. Muitas vezes, somos vitimas, de nossos vizinhos... Faço como comparação a dengue, basta eu limpar minha casa se a do vizinho está cheia de focos?

Não adianta criar nossa família em cúpula de vidro e esquecer de quem mora ao lado.

Paz e Bem!

NOTÍCIAS DA IGREJA