terça-feira, 14 de setembro de 2010

O PODER DA PALAVRA

Você recebe o que você diz. Recebemos o que declaramos porque Deus honra a Sua Palavra, porque o Senhor diz em Mc 11,23: "Em verdade vos declaro, todo o que disser a este monte, levanta-te e lança-te ao mar, se não duvidar no seu coração, mas acreditar que sucederá tudo o que disser, obterá esse milagre".

É uma promessa: "Quem vigia sua boca e sua língua preserva sua vida da angústia" (Pr 21,23). "Eu vos digo: no dia do juízo os homens prestarão contas de toda palavra vã que tiverem proferido. É por tuas palavras que serás justificado ou condenado" (Mt 12,36-37).

Muitas vezes nós enfadamos (cansamos) o Senhor: “Vós sois pesados ao Senhor com vossos discursos. E perguntais: O quê? Nós o cansamos? - Sim! Porque dizeis: Aquele que faz o mal é bem visto aos olhos do Senhor, que nele se compraz; ou: Onde está Deus, para julgar?” (Ml 2,17).

Outras as nossas palavras são duras: “Tendes proferido palavras violentas contra mim - diz o Senhor. E perguntais: O que é que dissemos contra vós?” (Ml 3,13).

Quando vivemos em discordância com a Palavra, é preciso andar em concordância com a Palavra: “Porventura caminharão juntos dois homens, se não tiverem chegado previamente a um acordo?” (Am 3,3). Eu tenho que proclamar o que a Palavra diz ao meu respeito.

É preciso crê no que estou dizendo, eu recebo o que digo. Mas, é preciso entender, se recebo o que digo, não devo nunca dizer o que não queira receber.

continua...

Nenhum comentário:

NOTÍCIAS DA IGREJA