domingo, 6 de março de 2011

RECONHECER A CULPA SEM ESQUECER DA MISERICÓRDIA

É muito comum ver na igreja cristãos vivendo uma vida de pecado, são anos e anos preso ao chamado “pecado de estimação”, ele esta tão inserido no dia-a-dia do cristão que muitas vezes ele se pega questionando sua fé e esperança de um dia se ver livre dessa vida de escravidão. Porem é preciso saber lutar contra o pecado, entender e aceitar que essa luta não é, e não pode ser uma luta solitária. A luta é sua, mas você pode e deve contar com Deus e os irmãos desde quê, no caso dos irmãos, você tenha em alguém a confiança suficiente para partilhar suas fraquezas, mas sem esquecer que o irmão da igreja, do grupo, da pastoral não pode jamais substituir a importância do sacerdote e o sacramento da confissão nessa luta.

O pecado é algo que incomoda e atrapalha muito a relação do cristão com o seu Pai e criador. Com ele nós dificultamos nossa intimidade com Deus já que carregamos conosco o sentimento da culpa, pois todo cristão que luta sabe onde falhou.

(Gn 3,06-11) 6A mulher, vendo que o fruto da árvore era bom para comer, de agradável aspecto e muito apropriado para abrir a inteligência, tomou dele, comeu, e o apresentou também ao seu marido, que comeu igualmente. “7Então os seus olhos abriram-se; e, vendo que estavam nus, tomaram folhas de figueira, ligaram-nas e fizeram cinturas para si. 8E eis que ouviram o barulho (dos passos) do Senhor Deus que passeava no jardim, à hora da brisa da tarde. O homem e sua mulher esconderam-se da face do Senhor Deus, no meio das árvores do jardim. 9Mas o Senhor Deus chamou o homem, e disse-lhe: “Onde estás”? 10E ele respondeu: "Ouvi o barulho dos vossos passos no jardim; tive medo, porque estou nu; e ocultei-me." 11O Senhor Deus disse: “Quem te revelou que estavas nu”? Terias tu porventura comido do fruto da árvore que eu te havia proibido de comer?".

A culpa parte da consciência do pecado e junto com a consciência vem a vergonha, a cobrança... E é exatamente aí que se encontra a maior armadilha na caminhada do cristão, pois quando nos culpamos o fazemos sem a menor indulgência esquecendo de dois pontos fundamentais; “somos falíveis” e “Deus é misericórdia”. Deus te ama e vê a sua luta e o seu olhar é misericordioso e paciente, é como um pai ou uma mãe ensinando seu filho a andar, a criança cai varias vezes, mas eles estão sempre por perto pra dar a mão a ajudá-la a levantar e tentar de novo. E que alegria para esses pais quando percebe que graças a sua ajuda a sua criança esta cada vez mais confiante e caindo cada vez menos. Assim é Deus sempre por perto disposto a te ajudar tantas e quantas vezes você pedir perdão e ajuda pra levantar e seguir em frente. Agora imagine a festa que deve acontecer no céu cada vez que você toma posse dessa misericórdia Paterna, levanta e segue em frente sem desistir, nem desviar-se dos desígnios de Deus. O problema é que muitos ao invés disso prefere endurecer o coração e buscar alguém para eximi-lo de sua culpa e em muitos casos esse alguém é o próprio Deus.

(Gen. 03,12-14)11O Senhor Deus disse: “Quem te revelou que estavas nu? Terias tu porventura comido do fruto da árvore que eu te havia proibido de comer?“.12O homem respondeu: "A mulher que pusestes ao meu lado apresentou-me deste fruto, e eu comi." 13O Senhor Deus disse à mulher: “Porque fizeste isso?” “ A serpente enganou-me, respondeu ela, e eu comi." 14Então o Senhor Deus disse à serpente: "Porque fizeste isso, serás maldita entre todos os animais e feras dos campos; andarás de rastos sobre o teu ventre e comerás o pó todos os dias de tua vida..

A consciência do pecado somado a culpa e esses sentimentos mal trabalhados aumentam ainda mais a lacuna entre Deus e o cristão. É notório no trecho bíblico extraído do (Gen. 03,12-14) que Deus já sabia de tudo que havia acontecido, note que Ele não indaga a serpente já Adão e Eva Ele questiona sobre o ocorrido, e claro que ali naquele momento o que Deus esperava de Adão e Eva era a humildade e o arrependimento diante da culpa e desobediência. Ainda nesse mesmo capitulo do gêneses no versículo 21 é possível ver a misericórdia de Deus para com os seus, que Ele nunca desampara.

(Gn 3,21) 21O Senhor Deus fez para Adão e sua mulher umas vestes de peles, e os vestiu.

Antes de expulsa-los do paraíso Deus ainda fez para Adão e sua mulher vestes, de peles e os vestiu. Diante desse zelo em vesti-los será que Deus não estava ganhando tempo para que eles se arrependessem? Se foi essa a intenção nunca saberemos de fato, mas se foi isso, o texto nos mostra quão desastroso é para a humanidade um coração endurecido. É preciso examinar-se sempre, saber como anda seu coração, se esta lutando sozinho(a) ou em comunhão com Deus e a igreja. Creia na misericórdia divina em sua jornada, mas sem abusar dela, pois uma coisa é lutar pra não cair, fraquejar e clamar misericórdia pra erguer-se e outra bem diferente é justificar-se na misericórdia de Deus pra fraquejar conscientemente levando uma vida desregrada porque Deus te ama e te perdoara sempre. Que Deus nos ama e sempre esta disposto a nos perdoar é fato assim como também é fato que Ele o faz quando há um arrependimento verdadeiro e não se engane, o Pai sonda os corações e sabe quando estamos sendo sinceros. A misericórdia é para os lutadores arrependidos e não para os dissimulados oportunistas. Diante disso deixe cair as mascaras e descubra quem é você e que rumo irá tomar em sua caminhada.

Inscrito por: Alex - Membro da Fraternidade Ágape

Nenhum comentário:

NOTÍCIAS DA IGREJA