domingo, 27 de novembro de 2011

O ADVENTO NO "GETSÊMANI"

A "Espiritualidade do Getsêmani", é a cada dia uma experiência Com Jesus, principalmente no tempo litúrgico.
Jesus diz a seus discípulos: "Vigiai e orai para que não entreis em tentação. O espírito está pronto, mas a carne é fraca" ( Mt 26,41). A nossa carne (desejos) é fraca, é preciso ordenar, conduzi-los. O Advento é o tempo para organizarmos os nossos desejos. Vamos refletir.

O Advento é o tempo da espera, do desejo insaciável. O coração que deseja e espera por Deus, à ação do seu Amor-Ágape.
É o tempo que nos é dado para podermos aprender a esperar, ou para aprendermos a viver esperando, para não ter a pretensão de obter logo aquilo que queremos, mesmo que isso fosse Deus e a visão do seu rosto, e o tempo do intervalo.

No "Getsêmani", vivemos um verdadeiro advento. Aguardamos a sua consolação, a sua presença para nos curar logo. Lá vamos aprendendo que temos quer sermos pacientes nas demoras de Deus. Esse advento que vivemos na "Espiritualidade do Getsêmani", aprendemos que devemos viver três coisas importantes:

1ª - PURIFICAÇÃO:
Lá no jardim, os nossos desejos são colocados em crise e várias perguntas surgem, como:
- Quem realmente estamos esperando?
- A que nosso coração está apegado?
- O que está no topo das nossas aspirações?

Neste período do Advento, a nossa entrada ao "Getsêmani", é justamente para purificar esses desejos, ou até mesmo escavar os desejos, que estão mais ocultos.

Esses questionamentos, essas interrogações, são para que possamos tomar consciência dos reais desejos do nosso coração. No "Getsêmani" entregamos o nosso coração, a Ele, e juntamente com Jesus, porque muitas vezes não sabemos realmente o que desejar, não percebemos às nossas aspirações profundas no coração. Quais as motivações que de fato impulsiona o nosso agir e o caminhar com Jesus até o "Getsêmani".

Os discípulos não estavam entendendo o real motivo que Jesus os tinha levado para aquele lugar. O porque da sua observação de orar e vigiar. Os nossos desejos podem ser falsos, devemos ter a coragem constante de confrontar os nossos desejos com as Palavras de Jesus. Com aquilo que estar em nosso espírito que é forte, que estar preparado, mas a carne não estar.

No "Getsêmani", deixamos confrontar o nosso coração, os anseios e conflitos, os nervosismos ou euforias, ilusões ou desilusões. Aquilo que revela o nosso mundo pessoal interior.

continua...
Marcos Ágape

Nenhum comentário:

NOTÍCIAS DA IGREJA