quarta-feira, 10 de outubro de 2012

HISTÓRIA DO VIOLÃO DESAFINADO

Havia certa vez cinco violões trancados num pequeno quarto.
Eles estavam levando uma vida tranquila, até que certo dia um afinador entra no quarto, pega um deles e começa a afiná-lo.
Ele começa a esticar e afrouxar as cordas. Ele agia de uma certa maneira áspera com o violão que gritava de dor. Os outros violões ficaram muito assustados. Eles resmungavam contra o afinador e um deles conseguiu se esconder atrás da cadeira.
O afinador, sem se importar com os gritos dos violões, passava de um para o outro, esticando e afrouxando as cordas e afinando-as.
Ele não se deu conta de que um dos violões havia se escondido atrás da cadeira. E assim, não o vendo, saiu do quarto com quatro violões afinados e um desafinado.
Em seguida vieram alguns místicos e pegaram os violões para darem início a um concerto. Eles experimentaram os violões. Quatro deles estavam ótimos, harmoniosos. 
Mas quando o último músico pegou o quinto violão, ouviu-se um ruído de um grasnido. Então ele deixou o violão de lado. 
O violão ficou deprimido e começou a dizer que ele foi o único a ser abandonado, que nunca teve sorte na vida, que sempre foi rejeitado, e agora chorava por seu destino, resmungando contra todos, porque todos eram maus.

Nenhum comentário:

NOTÍCIAS DA IGREJA