terça-feira, 4 de agosto de 2015

A FAMÍLIA



Entre as patologias sociais, a “família é a mais afetadas, a mais enferma”. Sob diferentes ângulos, as abordagens feitas pelos estudiosos das mais variadas áreas do saber cientifico, nas dimensões antropológica, sociológica e pastoral.

A realidade familiar e conjugal é “lugar de sentido, por isso, lugar teológico”. Onde somos educados a amar, partilhar, respeitar, conviver e por ai vai.

A família é o lugar privilegiado de todo ser humano. É onde crescemos afetivamente, fisicamente e espiritualmente, principalmente a família cristã, que nasce do matrimônio como sacramento, sinal de Deus no meio de nós, e neste caso, na família por meio do casal.

A família é a “escola de humanidade”. Como falei acima, é nela que somos educados, aprendemos verdadeiramente a sermos pessoas. A conhecermos quem somos, para que estamos neste mundo, a nossa missão.

A família cristã, comunidade de discípulos-seguidores de Jesus, é chamada a tornar sempre mais viva sua singular significação para a vida da Igreja e do mundo.

A família tem sua origem mesmo no Amor Criador, confirmado no Amor Redentor.

O ser humano vem ao mundo no seio de uma família (pelo menos deveria ser assim), podendo-se dizer que a ela deve o próprio fato de existir como homem.

É tarefa da Igreja, ensinar a verdade sobre o matrimônio e a família segundo o desígnio de Deus Criador e Redentor. E neste plano que a família descobre:
- sua identidade, o que é
- sua missão, o que ela pode e deve fazer

A família cristã participa da missão de Cristo na profética, sacerdotal e real de Jesus quando: “Vivendo na riqueza de valores e exigências de totalidade, unicidade, fidelidade e fecundidade”.

O “amor” e a “vida” constituem, portanto o núcleo da missão salvífica da família cristã.


“O FUTURO DA HUMANIDADE, PASSA PELA FAMÍLIA”

Marcos Ágape

Nenhum comentário:

NOTÍCIAS DA IGREJA